O papel do Gestor de Segurança e Logística nas organizações

O papel desempenhado pelo Gestor de Segurança e Logística é fundamental para as organizações. Vivemos em um país com dimensões continentais e os desafios na área de segurança são devidamente proporcionais a toda esta grandeza territorial. Em média, registramos aqui no Brasil, mais de 14 mil roubos de cargas por ano, ou seja, quase dois roubos acontecem por hora todos os dias em nossas ruas e estradas, amedrontando trabalhadores e a população em geral além de incrementar significativamente os custos de operação de indústrias, comércios e principalmente transportadores.

Conforme Alexandros Santos, Executivo Comercial da Avansat, como se não bastassem todos estes desafios, ainda existem os acidentes de trânsito, os quais ceifam a vida de quase 50 mil pessoas todos os anos e deixam sequelas físicas e/ou psicológicas permanentes em mais uma centena de milhares. 

O papel do Gestor de Segurança e Logística: proteção, redução de custos e práticas de segurança

E qual o papel do Gestor de Segurança e Logística inserido neste cenário? 

Poderíamos citar inúmeros, mas hoje vamos nos concentrar em “apenas” três os quais considero imprescindíveis em um ambiente altamente hostil que é o de “operar” em território brasileiro:

  • Proteger os principais ativos da empresa: pessoas, dados, imagem, máquinas e equipamentos e os  produtos armazenados ou transportados dos clientes;
  • Encontrar maneiras de reduzir os custos da operação, mas sem comprometer a segurança, fluidez e a eficiência do negócio;
  • Engajar o público interno quanto às melhores práticas de segurança e fortalecer o espírito de cooperação disseminando esta cultura em todos os departamentos da empresa.

“Sim, não são tarefas fáceis, mas são possíveis graças às tecnologias disponíveis hoje no mercado e a disponibilidade de profissionais atualizados, com visão e preparo para gerir crises, processos e pessoas”, afirma Alexandros.

Câmeras com inteligência artificial, sistemas robustos de videomonitoramento, sensores/atuadores, rastreadores e telemática integrados são aliados dos gestores no dia a dia na prevenção de incidentes e são “uma mão na roda” para melhor gerir recursos financeiros e o tempo, dois ativos bastante preciosos.

Segurança e Logística nas organizações: a importância da tecnologia

Estudos mostram que 57% das causas de acidente de trânsito estão relacionadas ao uso do telefone celular ao volante, um desvio de conduta que não passaria despercebido por câmeras dotadas de inteligência artificial. Ao “notarem” um comportamento indevido do motorista, estas câmeras imediatamente enviam alertas para uma Central de Monitoramento de Imagens, bem como para o próprio condutor do veículo, tendo efeito pedagógico sobre este último e permitindo ao primeiro rapidamente ativar protocolos de segurança a fim de evitar acidentes e salvar vidas.

Mas e quanto aos rastreadores, sensores e atuadores? Combinados com uma competente Central de Monitoramento de Imagens, estes ajudam a identificar e analisar situações adversas, como por exemplo: mudanças não autorizadas de rota, comportamentos não usuais dos motoristas (que muitas vezes podem indicar a iminência de assaltos), cumprimento da jornada de trabalho, entrega dentro do prazo e no local estipulado e mais uma série dados de outras circunstâncias que podem ser avaliados auxiliando os gestores na tomada de decisão e a administrar melhor seus ativos físicos e humanos.

Por último, mas não menos importante, temos a telemática. Este sistema pode ser dotado de uma infinidade de recursos que, bem utilizados, ampliam a visão do gestor e lhe dão subsídios para acompanhar de perto o desempenho dos indicadores da sua área. Através dele, entre outras coisas, é possível medir, avaliar e acompanhar a eficiência do time de motoristas e da frota. 

Observe os exemplos a seguir: consumo de combustível, comportamentos de risco do condutor, tempos de parada inesperados, diagnósticos do motor e assim por diante, tudo pode ser medido e gerenciado. E para aqueles que têm por hábito tentar ludibriar os seus gestores no momento de explicar aquele amassadinho no veículo, vai um recado: também já é possível reconstituir acidentes através deste sistema.

Como acabamos de ver, há inúmeras opções de tecnologia para se fazer uma boa gestão de segurança nas operações de logística e distribuição, mas não poderia deixar de acrescentar que, a escolha de um fornecedor devidamente preparado e comprometido em solucionar as dores do cliente é peça chave e fundamental dentro deste universo tão complexo. 

Tenha em mente que o papel deste fornecedor/parceiro vai muito além de comercializar um produto, serviço ou uma solução, ele deve ser uma extensão do seu cliente e entregar uma experiência única, inovadora e completa dentro deste ecossistema.

Para saber mais sobre como escolher melhor os seus fornecedores para esta jornada, leia o nosso artigo ‘A miscelânea de fornecedores e soluções para gestão de frotas’ clicando aqui.

*Fonte: Zattar

Conheça mais sobre nós

Nós, do Sistema Avansat, somos pioneiros na segurança de cargas com videomonitoramento. Com nossas tecnologias, tornamos possíveis análises e insights antes inacessíveis. O resultado é redução de custos de combustível, melhor treinamento dos motoristas e uma visão ampla e completa do que acontece com seus veículos nas ruas e estradas. Assim, contribuímos diretamente para o ROI do seu negócio, além de preservar cargas e, principalmente, vidas.

Somos especialistas em convergir tecnologias na gestão da informação, tornando diversas ferramentas compatíveis e gerando dados. Informações que podem ser trabalhadas de forma preditiva, analisadas com rapidez e cruzadas com diversos bancos de dados de logística.

Estamos ao lado de cada cliente para ir em frente. Trilhamos o caminho dos melhores resultados ao lado de empresas de todos os portes, como Souza Cruz, DHL, Pepsico, Philip Morris, B2W, Fadel, Scapini, entre outras.

Acompanhe nossas redes sociais: Instagram, Facebook e Linkedin. Entre em contato conosco clicando aqui.

COMPARTILHE EM SUA REDE:

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter